36 Comentários:

Anónimo disse...

Bel gosto muito destas explicações o saber não ocupa lugar e dia destes fiz um figurão quando expliquei a um primo que o filho advogado aqui na Guarda podia ser advogado tembém no Brasil.
Beijos do frio

Anónimo disse...

E tenho uns primos ai em Londrina vou lhes dizer para virem aqui que eles sempre quiseram ser europeus Acham chique!
Lurdes

Inês disse...

Bel!! Adorei o post!! Tenho 3 avós portugueses, já falecidos, 2 (da mãe) eram primos e não naturalizados de Leiria e o outro (do pai) da Ilha da Madeira naturalizado brasileiro!!
Vc sabe qual é o valor total aproximado para o processo aqui no Brasil?!

Blog da Bel disse...

Olá Inês, aqui no Brasil sei que o valor da taxa cobrada pelo Consulado é superior a cobrada em Portugal onde são 175€ por pessoa e menores de 18 anos não pagam nada. Relativamente a valores cobrados por despachantes soube de alguns que cobraram mais de 1.000 dolares por pessoa.

Beijocas

Anónimo disse...

É preciso ser muito burro para ter direito a nacionalidade de um pais europeu e nao tirar. O povo não sabe de nada mesmo... inocente!

Blog da Bel disse...

Anónimo, acredito que nao maioria das vezes seja falta de informação! ;)

beijocas

Anónimo disse...

One also needs to keep in mind that once you do become citizen of one country (in your case Portugal), one will also be obliged to some due diligences (such as taxes, fees to the state etc). So, although it certainly looks nice on paper "or on your blog post, but once u start paying taxes or just consider them for the future, it will be anything but 'a safety net' to a double citizenship.
Jana Harra

Blog da Bel disse...

Jana Harra hello!
You're wrong. You're only obliged to pay Portuguese taxes, for instance Portuguese IRS (income tax) if, and only if, you have income! Otherwise Portuguese citizenship does not compels you to pay any taxes.

Joana Campos disse...

Olá Bel muitos parabens por este post e pelo blog! Sou bisneta de um casal de portugueses de Viseu que imigoru para o Nordeste lá em 1800 e alguma coisa... Minha avo tirou a nacionaliadade portuguesa, depois a minha mae e tambem o meu pai porque casaram em 1975 e depois eu e os meus irmaos. Tambem os meus tios, primos e sobrinhos tiraram e agora a minha filha de 2 anos tambem vai tirar. O seu post está muito bem e explicativo. Como vamos a portugal todos os anos (em agosto) acabamos por tirar lá. Só um alerta, menores de 18 anos não paga nada! Quanto a essa perda de nacionalidade brasileira ela nao tem nada a ver com estes casos como o meu... Entendo que ela é exatamente a excecao como referiu o Luis Campos!

Jose Matos Gomes disse...

Caros muito boa tarde. Pesquisando sobre o assunto encontrei este excelente post, parabens Bel. Se me permite o meu comentário achei completamente desnecessário o comentário numero 11 uma vez que o caso que aqui se trata é exactamente a excepção. É com este diz que disse que muito mal anda o nosso direito...

Anónimo disse...

Bel muito obrigada por tudo, você foi nota 10! Agora só falta agendar para pegar meu passaporte portugues e depois me mudar para a Europa! Isto aqui já deu...
Beijos
Rosana

mara disse...

Bel, muito obrigada! adorando o seu trabalho e o da advogada que me indicou.

Luciana disse...

Bel, meu avô era filho de portugueses, ele faleceu, mas não tirou a cidadania. Meu pai está dando entrada no processo agora para ele tirar. Gostaria de saber se não tenho chance alguma de tirar depois dele. (Sou maior de 18 anos)

Carina Lopes disse...

Oi, Bel, meu avô nasceu em Portugal, morou a maior parte do tempo no Brasil e ja veio a falecer. Minha mãe(filha do meu avô) já tem uma certa idade e não tem interesse de tirar sua nacionalidade. Pelo que li em seu texto, isso nem me impede de tirar minha nacionalidade ou naturalidade, correto? Obrigada pela ajuda!!!

Blog da Bel disse...

Carina, o ideal é a sua mãe tirar a nacionalidade e em seguida você. Nao recomendo ninguem "pular" uma geração! Se quiser me envie email!

Beijocas

Caio disse...

Boa tarde Bel,eu e minha esposa queremos ir para Portugal, ela é filha de portuguesa, a mãe dela chegou ao Brasil ainda criança.

Porem os documentos do Pai da minha esposa que é brasileiro sumiram e pra refazer sairia um fortuna, além de estar tudo irregular aqui no Brasil,não tem certidão de nascimento, casamento, RG nada e ele é lá de Pernambuco e a gente de São Paulo.

Em Portugal com a certidão de nascimento da mãe portuguesa da minha esposa seria possível tirar essa nacionalidade?

Já que no Brasil sairia mais de 15.000 reais, pois teria que regularizar toda a documentação dos meus sogros antes de dar entrada no consulado.

Um abraço

Blog da Bel disse...

Caio, boa noite! Me manda email que fica mais fácil: blogdabelbr@gmail.com

Beijo

Anónimo disse...

Para quem precisa de realizar buscas de certidões e antepassados nas ilhas dos Açores recomendo a Inês Duque, otima em trabalhos de Genealogia: inesalexandraduque@gmail.com

Anónimo disse...

Bel, outra boa base de dados para achar informações sobre os antepassados com vista a achar o local onde nasceram, data de nascimento, etc é o site que aqui deixo que tem registro de TODOS os passageiros que sairam pela cidade do PORTO para o Brasil:

http://www.remessas.cepese.pt/remessas/mod/itsdatabase/view.php?id=10

Beijo

Blog da Bel disse...

Obrigada anónimo 25!!! Esse site é otimo mesmo! Mas existe outro que também uso muito e vou aproveitar para deixar aqui:

https://familysearch.org/

Beijocas

Fabiana disse...

Otima explicacao! Nem no Consulado conseguiram explicar tão bem... Vou enviar email para me passar o contato dos advogados em Portugal.
Obrigada

Anónimo disse...

Bel obrigada por este post! No consulado do RJ disseram que tinha de ser filho de pai e mae portuguesa mas já percebi que nao. Vou te mandar email.

Blog da Bel disse...

Anónimo 29, quem adquire nacionalidade portuguesa NAO perde a nacionalidade brasileira, fica com dupla nacionalidade.

natalia disse...

obrigada por tudo bel! sem voce nada teria sido possivel... excelente advogada recomendo muito!

natalia fernandes

Leonardo disse...

Advogada sincera, gente boa e sempre disponível para responder a tudo. Recomendo.

Anónimo disse...

Mais um site para achar infos sobre paradeiro dos nossos antecedentes:

http://tombo.pt/d/lisboa

Blog da Bel disse...

Deixo dois sites muito uteis para pesquisa dos antepassados e passo a passo:

Arquivo Publico de São Paulo - Acervo - Guia do Acervo - Memoria do emigrante: http://www.arquivoestado.sp.gov.br/site/

Museu da imigração - Registro de matriculas:
http://museudaimigracao.org.br/acervodigital/index.php

Beijo

Anónimo disse...

Recomendo o blog, excelente para esclarecimento das duvidas ...

Unknown disse...

Boa noite Bel, aliás boa madrugada hehehe seguinte Bel, adorei seu post... Achei maravilhoso mesmo, faz 2 semanas que me bateu uma vontade imensa de saber mais sobre isso... Sempre soube que meu bisavô veio de Portugal e tudo mais, porém decidi que quero ter a nacionalidade/cidadania ( me desculpe, sou leigo nesse assunto e não sei a diferença) meu bisavô Português (José) de fato é falecido, minha vó Irene (filha de José) está viva porém está bem doente, meu pai (Ronaldo) está vivo... Minha vó e meu pai não tem a nacionalidade, quero saber se tenho o direito? Obrigado por escutar, dei uma procurada em vários sites, mais 9 seu me chamo muito atenção... Fico no aguardo! Obrigado novamente hehe

Blog da Bel disse...

Enquanto sua avó Irene for viva e o seu pai for vivo voce consegue a nacionalidade sim! Eles tem de tirar antes de voce!!! Me manda email: blogdabelbr@gmail.com

Beijo

Enviar um comentário